O verão está logo aí e junto com a diversão vem um alerta muito importante: é durante esta época do ano que diversas doenças ou condições dermatológicas podem surgir. Muitas pessoas acabam se expondo ao sol sem a devida proteção e esse hábito repetido e imperceptível pode ter graves consequências e uma delas é o Câncer de Pele.

Os dados fazem um alerta: este tipo de câncer tornou-se o mais frequente entre os brasileiros, sendo responsável por cerca de 30% de todos os tumores diagnosticados no Brasil, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer).

Embora a doença esteja associada à genética, ainda assim a principal causa do Câncer de Pele é a exposição prolongada e repetida ao sol (Raios UVs – Ultravioletas), principalmente na infância e adolescência. Por isso, é tão importante chamarmos atenção das pessoas em relação a este tipo de câncer, que pode ser, em alguns casos, efetivamente prevenido com os cuidados adequados.

Prevenção

A maioria dos casos de Câncer de Pele pode ser evitada com medidas simples adotadas no dia a dia, dentre as principais:

  • Evitar a exposição solar nos horários das 10h às 16h, em que os raios costumam ser mais intensos;
  • Permanecer em lugares arejados e que tenham sombra nos dias muito quentes e com muito sol;
  • Usar acessórios com proteção adequada como: roupas, bonés ou chapéus de abas largas, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas e barracas;
  • E, imprescindivelmente, aplicar filtro solar com FPS (Fator de Proteção) de no mínimo 30 antes de se expor ao sol, todos os dias, mesmo nos nublados. O fotoprotetor é um item fundamental para proteger a pele.

Tipos de Câncer de Pele

Agora que você já sabe como se prevenir, vamos conhecer mais sobre o Câncer de Pele? Este tipo de câncer apresenta tumores diversos classificados como:

  • Carcinoma Basocelular, que apesar de apresentar baixa taxa de mortalidade quando diagnosticado precocemente, é considerado o tipo de Câncer de Pele mais recorrente.
  • Carcinoma Espinocelular, que se manifesta nas células escamosas que constituem a maior parte das camadas superiores da pele, afetando diversas partes do corpo, sendo mais comum nas áreas expostas ao sol.
  • Melanoma, que é considerado o tipo menos frequente dentre todos os cânceres que acometem a pele, representa apenas 3% dos casos diagnosticados, porém é considerado um dos mais agressivos e letais. É importante ressaltar que as chances de cura são de mais de 90% quando a doença é detectada precocemente.

Facilitando o diagnóstico

O recomendável para todas as pessoas é realizar anualmente um check-up dermatológico e o mapeamento corporal das pintas. Também é muito importante conhecer, analisar e memorizar exatamente em quais regiões suas pintas ou lesões estão localizadas.

Geralmente, o Câncer de Pele se assemelha a pintas, eczemas ou outras lesões benignas o que confunde bastante. Porém, existe uma métrica chamada ABCDE que facilita a percepção de lesões suspeitas, alertando que é hora de procurar por ajuda profissional.

Observe se as suas pintas, manchas ou lesões apresentam:

  • Assimetria;
  • Bordas Irregulares;
  • Cor (tom de preto escuro ou várias colorações);
  • Diâmetro maior do que cinco milímetros;
  • Evolução que diz respeito à mudança de tamanho, forma e cor.

Caso de encaixe em algum item, recorra a um dermatologista para uma avaliação clínica detalhada.

Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Pele

O diagnóstico seguro do Câncer de Pele é realizado por meio de Biopsia ou Dermatoscopia, que analisa pintas presentes na pele através de uma fotografia ampliada, identificando lesões de risco não vistas a olho nu.

Caso o diagnóstico do Câncer de Pele seja positivo, o método de tratamento mais adequado será escolhido conforme a extensão, agressividade e localização do tumor, bem como a idade e o estado de saúde do paciente.

Geralmente, o método cirúrgico é o mais utilizado, mas dependendo do estágio do câncer, pode ser recomendado pelo médico abordagens isoladas ou complementares à cirurgia como terapia fotodinâmica e imunoterapia.

Gostou desse ARTIGO? Compartilhe nas suas redes sociais e conscientize mais pessoas sobre a importância da prevenção do Câncer de Pele!